Informação para Autores

Antes da Submissão

Ao submeter o manuscrito à revista EducEaD, assume-se que ele não foi publicado previamente em outra revista, que não está sob processo de avaliação por outra entidade e que não será publicado  simultaneamente em outro veículo de divulgação. Subentende-se também que o autor responsável pela submissão tem o consentimento de todos os outros autores.

Os originais serão submetidos à aprovação de especialistas reconhecidos nos temas tratados. Os trabalhos serão enviados para avaliação sem a identificação de autoria, (registrada no sistema eletrônico de editoração da revista, o Open Journal Systems - OJS) para garantir o processo de avaliação pelos pares cega.

Não são cobradas taxas de submissão, avaliação ou editoração.

Caso o manuscrito seja aceito para publicação, os autores concordam que os direitos autorais serão transferidos para a Diretoria de Educação Aberta e a Distância da UFVJM. Manuscritos aceitos e ilustrações se tornarão propriedades da DEAD.

Orientações Gerais

Os manuscritos deverão ser claros e concisos. A página inicial do artigo deve conter o Título, sendo acompanhado de um resumo em português, contendo no máximo dez linhas e de três a cinco palavras-chave.

As notas de rodapé, quando existirem, devem ser numeradas automaticamente em algarismos arábicos em ordem crescente. Os manuscritos deverão, obrigatoriamente, ser encaminhados via OJS e obedecer as normas estabelecidas pela ABNT NBR 6022/2018. Todos os autores participantes efetivamente da construção do artigo deverão ser incluídos no momento da submissão do artigo pelo sistema OJS, limitando a 6 (seis) o número de autores. Não serão aceitas inclusões de autores após o início do processo de avaliação.

Todos os artigos deverão ser elaborados no formato papel A4, letra Arial, com tamanho 12 no corpo do texto. O espaçamento será simples, com margens de 3 cm à esquerda e 2 cm acima, abaixo e à direita. Os títulos e subtítulos deverão utilizar tamanho 14. As citações diretas longas (mais de três linhas) devem usar tamanho 10, com recuo da margem esquerda de 4 cm, sem aspas ou itálico. A identificação das seções do artigo será sem numeração, em tamanho 14, em maiúsculas e em negrito, alinhadas à esquerda.

A seção Introdução deverá ser clara e breve e utilizando-se de referências relevantes, consideração o problema de investigação que será discutido no manuscrito. Recomenda-se destacar o conhecimento prévio conciso a respeito do assunto, evitando-se revisões de literatura extensas.

A seção Metodologia deve preceder a seção Resultados e Discussão. Nesta seção deverá ser realizada uma descrição clara, sucinta e completa dos materiais e métodos utilizados na pesquisa. Se aplicado, descrever as informações sobre a aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da instituição onde foi realizado o trabalho.

A seção Resultados e Discussão deverá destacar a novidade e relevância para o tema discutido no manuscrito e deverá apresentar todos os dados (Tabelas, Ilustrações, Gráficos, Fotografias) que auxiliem na fundamentação e compreensão do assunto discutido. Recomenda-se interpretar os resultados e compará-los com os dados da literatura.

Na seção Considerações Finais deve-se concluir o trabalho de forma geral, partindo da revisão bibliográfica, do método da pesquisa e da aplicação realizada, mostrando as principais conclusões a que se chegou, dando ênfase ao atendimento dos objetivos propostos. É interessante também apresentar as limitações encontradas durante a execução do trabalho bem como recomendar novos trabalhos complementares.

É facultado aos autores o envio de apêndices. Entende-se por apêndices textos ou documentos elaborados pelo autor, a fim de complementar sua argumentação e que devem ser identificados por letras maiúsculas consecutivas (APÊNDICE A; APÊNDICE B), seguindo a paginação do texto principal e separados do texto por uma folha adicional, com indicação do seu início. Esses materiais serão publicados na área material suplementar.

Na seção Referências, deverão ser apresentadas as fontes consultadas devendo ser listadas ao final do trabalho na seção Referências Bibliográficas. As referências bibliográficas citadas no interior do texto deverão ser feitas da seguinte forma: (Autor, data: página). As citações ao longo do texto deverão seguir as normas ABNT (AUTOR, ano, p.). Ao final, as obras devem ser listadas em ordem alfabética de autor, alinhadas a esquerda, em tamanho 11, espaço simples entre linhas, e duplo entre as referências, conforme exemplos abaixo:

Artigos Científicos

Motta, A.C. and E.A.R. Duek, Síntese, caracterização e degradação " in vitro" do Poli(L-ácido láctico). Polímeros: Ciência e Tecnologia, São Paulo, v. 16, n. 1, p. 26-32. jan/fev 2006. 

Livros no todo: 

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002. 175p. 

FERRAZ, T. A. A informação na área nuclear e a estrutura de trabalhos científicos. Rio de Janeiro: IBBD, 1975. 148p.

NEIMAN, Z.; MENDONÇA, R. À sombra das árvores: transdisciplinaridade e Educação Ambiental em atividades extra-classe. São Paulo: Ed. Chronos, 2002. 127p.

Livros em parte: 

BACHEGA, K.; ACCETTURI, E. Transplantes de tecido ósseos no Brasil: uma história segura de sucesso da odontologia. In: SANTOS, P. S. S. et al. (org.). Odontologia em transplante de órgãos e tecidos. Curitiba: Editora CRV, 2018. cap. 7, p. 109-127.

Normas e Legislações

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. ABNT: NBR 10520: Informação e documentação – apresentação de citações em documentos: Rio de Janeiro: ABNT,  2002. 7p. 

BRASIL. Decreto n.89.271, de 4 de janeiro de 1984. Dispõe sobre documentos e procedimentos para despacho de aeronave em serviço internacional. Lex: Coletânea de Legislação e Jurisprudência, São Paulo, v.48, p.3-4, jan./mar. 1984.

Eventos: 

CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPE, 4., 1996, Recife. Anais eletrônicos[...] Recife: Universidade Federal do Pernambuco.  Disponível em: <http://www.propesq.ufpe.br/anais/anais.htm>. Acesso em: 21 jan. 1997.

Outras formas de citação podem ser consultadas na Norma 6023 da Associação Brasileira de Normas Técnicas de Dezembro de 2018.

Um material completo sobre elaboração de referências também pode ser consultado em: https://usp.br/sddarquivos/aulasmetodologia/abnt6023.pdf

Ilustrações: são todos os elementos textuais que acompanham o texto principal e contribuem de forma significativa para a compreensão do texto. Deverão estar adequadamente inseridas no corpo do manuscrito e seus originais deverão ser anexados como documentos suplementares, com qualidade satisfatória. Assim como as tabelas, todo tipo de Ilustração deve apresentar fonte, ainda que sejam os próprios autores (como no exemplo de Tabela).

Todas as ilustrações devem ser apresentadas na ordem em que aparecem no texto e caso contenham mais de uma imagem elas devem ser identificadas por letras maiúsculas (A, B, C). Todas as ilustrações devem ser padronizados ao longo de todo o trabalho em relação à fonte, ao tamanho da fonte, ao espaçamento e à cor. Para elementos gerados por computador, deve-se evitar planos de fundo ou sombreamento.

Deverão ser citadas no texto e numeradas em algarismos arábicos na ordem de aparecimento, sempre com legenda explicativa. Entende-se por legenda explicativa: tipo de Ilustração e título. (São considerados tipos de Ilustração: Gráficos, Esquemas, Fotografias etc.) A identificação da ilustração deve ser na parte superior e precedida da palavra figura, gráfico, quadro, sendo numerada sequencialmente com algarismo arábico, seguida de travessão e respectivo título. Por exemplo:

  Figura 1 - Logo da Diretoria de Educação Aberta e a Distância da UFVJM

                                   Logo EaDUFVJM

 

Fonte: Os autores

Tabelas e Quadros

A principal diferença entre ambas está relacionada ao conteúdo e a formatação. Segundo a ABNT  a informação central de uma tabela é o dado numérico sendo formada por linhas verticais, não apresentando bordas demarcadas. Para um quadro, não existe especificação segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). De modo geral, um quadro é formado por linhas horizontais e verticais, sendo fechado em todas as suas extremidades e geralmente é utilizado para expressar dados qualitativos.

Para a citação, ambos deverão ser citadas no texto e numeradas em algarismos arábicos na ordem de aparecimento, com título e legenda explicativa, quando se aplicar. Recomenda-se que as legendas sejam escritas em dois tamanhos menores em relação à fonte padrão utilizada para redação do artigo. As tabelas deverão seguir o padrão ABNT, utilizando apenas linhas horizontais, no cabeçalho e pé da Tabela. Não utilize linhas verticais. Todas as tabelas deverão apresentar a fonte e quando for produzida pelos autores utilizar: Fonte: Os autores (ano).

Modelo Tabela

  Fonte: Os autores (2014).

Os Editores poderão solicitar a revisão de língua portuguesa em qualquer etapa do processo de avaliação do manuscrito. Neste caso, os autores deverão apresentar um certificado de revisão por empresa/profissional especializado, que deverá ser submetido pela plataforma no momento da submissão da versão revisada do manuscrito.